Prevention and Care of Common Kidney Diseases at Single ClickA incidência de doenças renais tem aumentado rapidamente. Venha fazer parte dos que assumiram a missão de prevenir e cuidar dos problemas renais.

« Table of Contents

Capítulo 9: Insuficiência Renal Aguda

Topics
  • Insuficiência Renal
  • Causa
  • Sintomas
  • Tratamento

Capitulo 9

Insuficiência Renal Aguda

O que é insuficiência renal aguda?

No caso de insuficiência renal aguda (injúria renal aguda) a redução ou a perda das funções renais ocorrem em curto período (horas, dias ou semanas), é temporária e, geralmente, reversível.

O que causa a insuficiência renal aguda?

As causas podem ser várias, destacando-se:

  1. Redução no suprimento do sangue aos rins. Desidratação grave devido a diarreia, perda de sangue, queimaduras ou queda na pressão do sangue, por razões diversas.
  2. Infecção grave, doença grave ou após cirurgia grave.
  3. Obstrução repentina de passagem da urina: a pedra no rim é a causa mais comum de obstrução do trato urinário.
  4. Outras causas importantes: malária falciparum, leptospirose, picada de cobra, gestação, complicações e efeitos colaterais de alguns remédios (anti-inflamatórios não hormonais e aminoglicosídeos, contrastes iodados, constrastes de rádio, entre outros).

Sintomas de insuficiência renal aguda

Na insuficiência renal aguda, as funções renais pioram em curto período, chegando ao rápido acúmulo de produtos finais do metabolismo e distúrbios hidroeletrolíticos. Devido a esta repentina interrupção nas funções dos rins, o paciente desenvolve sintomas precoces e significativos.

A insuficiência renal aguda é uma perda acelerada
das funções renais, geralmente temporária.
40. Previna-se Salve Seus Rins

Os sintomas e sua gravidade diferem em cada paciente:

  1. Sintomas devido a doenças adjacentes (diarreia, perda de sangue, febre, calafrios, etc) podem causar insuficiência renal.
  2. Redução da produção de urina (embora em alguns pacientes a produção continue normal). A retenção de fluidos causa inchaço nos tornozelos ou nos pés, além de aumento de peso.
  3. Perda de apetite, náusea, vômitos, soluços, cansaço, letargia e confusão.
  4. Sintomas graves com risco de vida, como falta de ar, dores no tórax, convulsões ou coma, vômitos de sangue, e arritmia cardíaca devido a alto teor de potássio.
  5. Na fase inicial da insuficiência renal aguda, há pacientes que não demonstram sintomas da doença, que é descoberta casualmente, quando exames de sangue são feitos por outros motivos.

Diagnóstico de insuficiência renal aguda

Muitos pacientes com insuficiência renal aguda não têm sintomas específicos ou são assintomáticos. Portanto, em casos de pacientes com doenças que podem causar insuficiência renal aguda, ou em caso da menor dúvida quanto a sintomas, deve-se sempre suspeitar e investigar a insuficiência renal aguda.

O diagnóstico da insuficiência renal pode ser confirmado através de exame de sangue (aumento no nível de creatinina e ureia), volume urinário, exames de urina e ultrassonografia. Em pacientes com história detalhada de insuficiência renal aguda, são feitas pesquisas e exames para avaliar causas, complicações e o avanço da doença.

Os sintomas da insuficiência renal aguda surgem por
causas adjacentes e também por sérios problemas renais.
Cap. 9. Insuficiência Renal Aguda 41.

Tratamento de insuficiência renal aguda

Com controle adequado, a insuficiência renal aguda pode ser curada completamente na maioria dos casos. Mas há risco de vida no caso de demora no tratamento ou se este é inadequado.

Principais passos para o tratamento de insuficiência renal aguda.

  1. Correção ou tratamento das causas dos problemas renais.
  2. Terapia de drogas e medidas de apoio.
  3. Aconselhamento nutricional.
  4. Diálise.

1. Corrigindo/ tratando as causas da insuficiência renal

  • O principal é identificar e tratar as causas adjacentes.
  • O tratamento específico das causas adjacentes, como hipotensão, infecção, obstrução do trato urinário, entre outas, é essencial na recuperacão do rim.
  • Esta terapia evita maiores danos ao rim, permitindo sua recuperação.
  • 2. Terapia de drogas e medidas de suporte

    • A meta é usar medidas de suporte aos rins e prevenir ou tratar possíveis complicações.
    • Tratamento das infecções e evitar drogas tóxicas e danosas aos rins.
    • O uso de diuréticos: drogas tais como furosemida ajudam a aumentar o volume da urina e evitar edemas e a falta de ar.
    • Terapia de suporte: Drogas administradas para regular a pressão arterial, náusea ou vômito, controlar potássio no sangue, reduzir falta de ar e controlar convulsões.
    Em caso de insuficiência renal aguda o rim geralmente
    se recupera com o tratamento adequado.
42. Previna-se Salve Seus Rins

3. Aconselhamento nutricional

  • A dieta correta evita ou reduz sintomas ou complicações de insuficiência renal grave.
  • Ingestão de líquidos controlada. O consumo diário deve ser controlado, considerando volume de urina e o nível de líquidos no corpo. Geralmente a restrição é necessária para evitar edema e complicações, como falta de ar.
  • Limitar consumo de potássio. Deve-se evitar dieta com muito potássio (como frutas, suco de frutas, frutas secas etc.) para evitar
  • alto nível de potássio no sangue (hipercalemia), o que ameaça a vida, causando complicações renais graves.
  • Limitar a ingestão de sal, para reduzir sede, edema e complicações como ressão alta e falta de ar.
  • A dieta deve proporcionar complemento nutritivo e calorias.

4. Diálise

A diálise (rim artificial) pode ser necessário por um breve período em pacientes com insuficiência renal aguda até o rim recuperar suas funções normais.

O que é diálise?

Diálise é processo artificial qual substitui as funções dos rins e serve para sustentar a vida em pacientes com insuficiência renal aguda. O trabalho mais importante da diálise é remover os produtos finais do metabolismo, o excesso de fluidos e corrigir acidose e distúrbios eletrolíticos.

Existem dois tipos de diálise - hemodiálise e diálise peritoneal

Qual é a necessidade de diálise na insuficiência renal aguda?

Quando os sintomas e complicações aumentam, mesmo com
Em caso de insuficiência renal aguda, com tratamento precoce e terapia adequada com medicamentos, os rins podem se recuperar sem diálise.
Cap. 9. Insuficiência Renal Aguda 43.

tratamento adequado e criterioso. Com a diálise, o paciente tem saúde equilibrasa, embora os rins estejam gravemente afetados. O excesso de fluidos hipercalemia não controlada, acidose grave são as indicações mais comuns de diálise em insuficiência renal aguda.

Qual o tempo necessário de diálise em caso de insuficiência renal aguda?

  • Certos pacientes com insuficiência renal aguda necessitam de diálise temporária (hemodiálise ou diálise peritoneal) até a recuperação do rim.
  • Pacientes com insuficiência renal aguda geralmente se recuperam dentro de 1-4 semanas; nesse período, precisam de diálise.
  • A ideia de que a diálise, uma vez feita, passa a permanente, é errada.
  • A demora em recorrer à diálise por medo de se tornar diálise permanente pode resultar em risco de vida no caso de insuficiência renal aguda

Prevenção de insuficiência renal aguda

  • Tratamento precoce de causas latentes e exames frequentes das funções dos rins.
  • Prevenção de hipotensão e tratamento imediato.
  • Evitar drogas nefrotóxicas, cuidar das infecções; assm se evita a redução do volume de urina
A diálise pode ser necessária apenas por alguns dias em caso de grave
insuficiência renal. Mas a demora em recorrer à diálise pode ameaçar a vida.
wikipedia
Indian Society of Nephrology
nkf
kidneyindia
magyar nephrological tarsasag