Prevention and Care of Common Kidney Diseases at Single ClickA incidência de doenças renais tem aumentado rapidamente. Venha fazer parte dos que assumiram a missão de prevenir e cuidar dos problemas renais.

« Table of Contents

Glossário

Glossário


Anemia: É uma condição médica em que a hemoglobina no sangue está reduzida. A anemia conduz à fraqueza e à dificuldade de respiração quando o paciente faz esforço. A anemia é comum em casos de doença renal crônica e ocorre devido à redução de produção de eritropoietina pelo rins.

Biópsia dos rins: É um processo para obter pequeno tecido do rim com agulha por ser examinado através de microscópio para fins de diagnóstico da doença.

Cálcio: É o mais abundante mineral existente no corpo, essencial para o desenvolvimento e a manutenção de ossos e dentes fortes. O leite e seus derivados (iogurte, queijo) são produtos de origem natural de cálcio.

Cateter para hemodiálise: Em um tubo longo oco e flexível com dois lumens o sangue e removido através de um lúmen entra no circuito de diálise para purificação e retorna ao corpo através do outro lúmen. A inserção de cateter duplo é o método mais eficaz e comum em caso de emergência e hemodiálise temporária.

Dialisador: É um rim artificial qual ajuda filtrar e remover produtos tóxicos e água adicional do corpo em pacientes com doença renal grave.

Diálise: É um processo artificial que ajuda a remover do corpo produtos tóxicos e água adicional e no processo de diálise.

Diálise peritoneal automatizada: Ver diálise automatizada.

Diálise peritoneal: É uma modalidade de tratamento efetivo em doença dos rins. Neste processo de purificação, o fluido de diálise e introduzida na cavidade abdominal atrav´ss de um cateter espe-

222. Previna-se Salve Seus Rins

cial. Este fluido remove os fluidos gastos e água extra do sangue. O fluido e removido do abdômen após certo tempo e descartado.

Diurético: Droga que ajuda aumentar produção de urina e eliminar água em forma de urina que ajuda o corpo a "perder água".

Doença diabética dos rins (nefrótica): Diabete de longa duração causa danos às pequenas veias dos rins. Este dano inicialmente causa perda de proteína na urina. Subsequentemente isto causa hipertensão, inchaço e mais tarde gradual e progressivo dano ao rim. Finalmente a deterioração progressiva leva à doença severa dos rins ou estágio final da doença dos rins. Esta diabete induzida nos rins é conhecida como diabete crônica dos rins. Doença diabética dos rins É A causa mais comum da doença renal crônica atingindo 40-45% de novos casos de doença renal crônica (DRC).

Doença do rim: Condição em que a função do rim se deteriora devido à falta de filtragem adequada de toxinas e de produtos tóxicos do sangue. Esta condição se apresenta com aumento de da ureia e da creatinina no do sangue.

Doença dos rins no estágio avançado (DREA): A doença renal crônica em estágio avançado estágio DCR é conhecida como doença do estágio final de doença renal DRCA. Neste estágio, é completa ou quase completa a disfunção renal. Pacientes com DRCA necessitam de tratamento tal como diálise ou transplante para levar a vida razoavelmente BOA ou transplante para viver uma vida quase normal.

Doença renal policística (DRP): DRP é a doença genética mais comum dos rins caraterizada pelo crescimento de vários cistos nos rins. É a quarta maior causa de doença crônica dos rins.

Droga de suprimir imunidade: Medicamentos que diminuem o

Glossário 223

sistema imunol ógico do corpo, impedindo o corpo de rejeitar o órgão transplantado.

e GFR: Taxa glomerular de filtração é um número que é calculado a partir da taxa de creatinina do nível da cretinina e outras informações. e GFR demonstra se os rins estão funcionando bem e se o valor normal é 90 ou mais.

Eletrólitos: Existem muitos minerais tais como sódio, potássio, cálcio no sangue que regulam funções importantes do corpo. Estes produtos químicos levam o nome de eletrólitos já que os rins mantêm concentração constante no sangue nos pacientes renais. O sangue é testado para verificar o nível dos eletrólitos.

Enxerto: Um processo usado para hemodiálise de longa duração. O enxerto é um pequeno pedaço de tubo macio que liga uma veia a artéria no braço. As agulhas são inseridas no enxerto durante o tratamento da diálise.

Eritropoietina: Em um hormônio produzido pelos rins qual ajuda a formação de células vermelhas pela medula óssea. Caso o rim esteja doente, não tem capacidade para produzir suficiente eritropoietina, tornando difícil a produção de células vermelhas resultando em anemia. Para o tratamento de anemia devido à lesão dos rins, a eritropoietinaeina pode ser usada em forma injetável.

Fístula arteriovenosa.(Fístula AV): Significa criar uma ligação cirúrgica entre uma artéria e uma veia, geralmente no antebraço. No caso de fistula AV grande quantidade de sangue em alta pressão entra na veia causando dilatação da mesma. A veia assim dilatada permite repentinas inserções de agulha necessárias para a Fistula AV. É o método mais comum e o melhor acesso vascular para diálise de longa duração.

224. Previna-se Salve Seus Rins

Fósforo: Fósforo é o mineral mais abundante no corpo, depois de cálcio. Junto com o cálcio ajuda em formação de ossos e dentes fortes. Carnes, leite, ovos e cereais são produtos ricos em fósforo.

Hemodiálise: É a modalidade mais popular no tratamento de doença renal. Na hemodiálise o sangue e purificado com ajuda de máquina de diálise e de rim artificial (dialisador).

Hemoglobina: E uma molécula de proteína nas células vermelhas do sangue quais transportam oxigênio dos pulmões aos tecidos do corpo e devolve dióxido de carbono dos tecidos aos pulmões. A hemoglobina é calculada por exame de sangue e quando o nível é baixo e conhecida como anemia.

Hipercalemia: O nível de potássio no soro varia entre 3.5 e 5.0 mEq/l. A hipercalemia é uma condição que demonstra elevado nível de potássio no sangue. A hipercalemia é comum em doença dos rins, pode representar risco de morte e requer tratamento médico urgente.

Hiperplasia benigna da próstata (HBP): É comum a glândula da próstata aumentar com a idade. H.B.P. á uma condição prostática não cancerosa em homens de certa idade; o crescimento da glândula faz pressão contra a uretra, que bloqueia a passagem da urina causando problemas de micção.

Pressão sanguínea. É a força exercida pelo sangue circulando sobre as paredes das veias quando o coração bombeia o sangue. A pressão de sangue é um dos sinais vitais e sua medição consiste de dois números. O primeiro indica a pressão sistólica, que mede a pressão máxima exercida quando o coração contrai. O segundo indica a pressão diastólica, uma medição tomada entre as batidas quando o coração está descansando.

Hipertensão: E um termo usado para descrever pressão arterial alta.

Glossário 225.

Insuficiência renal aguda: Uma condição em que existe repentina perda das funções renais. Este tipo de doença é temporária e geralmente reversível.

Litotripsia extracorpórea (LEC): É uma modalidade em que grande concentração de ondas de choque produzidas por uma máquina de litotripsia quebra as pedras na urina. As pedras são reduzidas em pequenas partículas e passam facilmente pelo trato urinário. A LEC é usada de modo eficaz e em larga escala para tratar de pedras dos rins.

Membrana semipermeável: Membrana que deixa seletivamente passar algumas substâncias e fluidos, e não permite a outros.. A membrana é um fino tecido natural ou material artificial.

Microalbuminúria: Refere-se ao surgimento de pequenas quantidades de albumina na urina. A sua presença indica o começo de diabete nos rins.

Morte cerebral: Morte cerebral é um dano severo e permanente ao cérebro que pode ser reativado por meio de tratamento médico ou cirúrgico. Em caso de morte cerebral a respiração e a circulação do sangue do cadáver são mantidas artificialmente.

Nefrologista: São médicos especializados em doença dos rins.

Néfron: A unidade funcional do rim responsável pela atual purificação e filtração do sangue. Cada rim contém cerca de um milhão de néfrons.

Peritonite: E uma infecção dentro de cavidade abdominal. Peritonite é uma complicação comum de diálise peritoneal e pode resultar em perigo de vida, caso não tratada.

226. Previna-se Salve Seus Rins

Peso seco: É o peso de um indivíduo após remoção pela diálise do fluido em excesso.

Proteínas: São uma das 3 classes de alimento. Repassar e manter tecidos em construir reparar e manter tecidos do corpo Legumes, leite, ovos e alimentos derivados de animais são produtos ricos em proteínas.

Proteinúria: Presença anormal de alto nível de proteína na urina.

Potássio: E um mineral importante no corpo para a a cão correta dos nervos, coração e músculos. Frutas frescas, sucos frescos, águade coco e frutas secas são fontes ricas em potássio.

Rececção transuretral da próstata (RTUP): Este é o padrão mais comum no tratamento de hiperplasia benigna de próstata HPB executado por urologistas. Neste tratamento pouco invasivo, um instrumento chamado citoscópio e introduzido na uretra e na glândula da próstata para dar passagem à urina.

Refluxo vesicoureteral (RVU): E uma condição em quea passagem de urina segue um curso para trás da bexiga na direção da uretra e possivelmente dos rins. Este é um desarranjo anatômico e funcional que pode ocorrer de um lado ou de ambos os lados. RVU é a maior causa de infecção do trato urinário bexiga uretra pressão arterial alta e doença dos rins em crianças.

Rejeição: Processo quando corpo reconhece que o órgão transplantado não é seu e tenta destrui-lo.

Rim artificial: Ver dialisador. Sindrome nefrótica: Doença renal mais frequente em crianças verificadas por perda de proteínas na urina mais de 3.5 gramas ao dia nível baixo de proteína no sangue, nível alto de colesterol e inchaço.

Glossário 227.

Sódio : Mineral no corpo que regula volume e pressão sanguíneos.. A forma mais comum de sódio no alimento e cloreto de sódio, sal de mesa.

Tempo de duração: E o tempo durante diálise peritoneal quando o fluido fica no abdômen. O processo de purificação ocorre du- rante este tempo.

Transplante de rins do cadáver: Ver transplante de rim.

Transplante de rins em pares: Muitos doentes no estágio final da doença dos rins tem indivíduos com rins saudáveis que são doadores em potencial, porém o problema é o grupo de sangue ou incompatibilidade crossmatch. A doação de rins em pares é uma estratégia que permite a doação de órgão entre doadores/recipientes vivos em pares para criar dois pares compatíveis.

Transplante de rins preemptivo: Os transplante renais são geralmente feitos depois de um tempo variável de terapia antes de iniciar diálise de manutenção e um transplante de rim preemptivo.

Troca: Significa um completo ciclo de diálise peritoneal, consistindo de três estágios. O primeiro estágio é o influxo do fluido de diálise no abdômen. No segundo estágio o fluido fica no abdômen durante várias horas ajudando a expelir o fluido em excesso e as toxinas para a transferência do sangue para o fluido de diálise (também conhecido por permanência). O terceiro estágio é a eliminação do fluido da diálise.

Ultrassom: E um exame de diagnostico sem dores utilizando alta frequência de ondas magnéticas para criar imagem dos órgãos ou estruturas dentro do corpo. Ultrassom é um teste simples, útil e sem perigo e dá informações valiosas, como o tamanho do rim, obstrução da passagem da urina, como também a presença de cistos, pedras e tumores.

228. Previna-se Salve Seus Rins

Uretrocistografia miccional (UCG): É um processo utilizado para fazer um esboço da anatomia do trato urinário inferior bexiga e uretra cateteizando o doente introduzindo um contraste que pode ser visto no filme de Raio X. O doente é instruído a evitar micção quando o filme de Raio X e tirado.

Urografia excretora (UE) Urograma intravenoso (UIV): E um exame feito com uma série de raios X do sistema urinário usando-se contraste (iodo). Este teste mostra como o rim funciona e a estrutura do trato urinário.

Urologista: Cirurgião especializado em doenças dos rins.

wikipedia
Indian Society of Nephrology
nkf
kidneyindia
magyar nephrological tarsasag